Como conquistar um emprego na área de comunicação



Desde o momento que entramos na faculdade sonhamos com o tão famoso “primeiro emprego”. No início parece tudo um pouco distante, a sensação é de que vai demorar para conseguirmos conquistar nosso espaço no mercado de trabalho. Mas com bastante determinação e preparo é possível encontrar boas oportunidade de emprego na área e iniciar a faculdade já atuando no segmento que se deseja. Os alunos de comunicação almejam por empregos que possibilitem vivências distintas e que contribuam para o amadurecimento profissional, é para ajuda-los nisso que desenvolvemos o post de hoje! Por aqui vamos falar um pouco sobre a atuação em comunicação e marketing, dar dicas para elaboração de um currículo e também orientações para a primeira entrevista na área.

Antigamente apenas grandes empresas e multinacionais possuíam um departamento de marketing estruturado. A maioria das médias e pequenas empresas não entendia exatamente onde o marketing e a comunicação poderiam atuar e por essa razão não valorizavam a profissão. Porém com a globalização, principalmente com o progresso da tecnologia, o setor de marketing e comunicação, bem como as agências de publicidade, tornaram-se essenciais para a sobrevivência das organizações. Os departamentos são responsáveis pelo estudo de mercado, lançamento de novos produtos, atividades de comunicação e promoção, relacionamento com os públicos, organização de eventos, planejamento e ações de campanhas estratégicas, divulgações e etc. Atuar nesse segmento é sempre desafiador, é uma missão para pessoas curiosas, comunicativas e principalmente proativas.

Para conquistar o primeiro emprego na área de comunicação e marketing é preciso saber o que você deseja: um estágio, para não atrapalhar os estudos, ou uma oportunidade CLT (carteira assinada). Para quem está iniciando na área o estágio costuma ser a melhor opção, pois geralmente não exige experiências anteriores e acolhe bem os estudantes iniciantes. É uma chance de aprendizado diferente, com um pouco menos de responsabilidades, mas que oferece uma boa noção de como funciona um departamento de comunicação e marketing.

 

Currículo

Para elaborar um currículo inicial, levando em consideração que você ainda não possui experiências profissionais, é importante ressaltar pontos que irão diferenciar você dos demais concorrentes. Por exemplo: participação em congressos, workshops e cursos relacionados a área de atuação. O currículo é um resumo das experiências que você já viveu profissionalmente, portanto coloque nele tudo aquilo que considerar relevante sobre o assunto. Abaixo um exemplo da estrutura básica de um currículo para se basear:

 

Dados Pessoais

Nome, idade, endereço, e-mail, telefone.

 

Objetivo

Qual é o seu interesse profissional?

 

Ensino

Qual o seu grau de ensino?

 

Experiência profissional

Caso você tenha alguma experiência profissional esse é o momento de descrevê-las.

 

Atividades Complementares

Nesse campo preencher com informações de participação em cursos e eventos relacionados a área de atuação.

 

Entrevista

Algumas empresas optam por recrutar seus candidatos através de um processo seletivo, se você for participar de algum é importante verificar as etapas do processo e se preparar bem para cada uma delas. Geralmente um processo seletivo envolve provas teóricas e práticas, dinâmicas de grupo e entrevistas. Ao final do processo ficam somente os mais bem preparados, por isso estude tudo aquilo que você acredita que possa cair nas provas, leia bastante sobre determinados assuntos que englobam a área que você está se candidatando e esteja por dentro das notícias do mundo todo.

Quando você for chamado para uma entrevista, o mais importante na conversa é manter-se calmo e responder com clareza todos os questionamentos que forem feitos. É imprescindível que você saiba mais sobre a empresa que está lhe entrevistando, portanto vá preparado e estude tudo o que puder sobre ela. As redes sociais e sites são ótimas fontes de informação.

 

Determinação

Durante a busca por emprego o essencial é não desistir e nem perder a motivação. Em épocas de crise, como a que estamos vivendo, fica um pouco mais desafiadora a procura por um emprego, porém não é impossível e com bastante força de vontade, estudo e disposição é bem provável que você encontre uma oportunidade de trabalho bacana e que se encaixa com suas expectativas.

Acompanhe as novidades